Links em Português


Saúde Animal (16.08.2018): Turistas ao redor do mundo estão sendo advertidos contra falsos orfanatos de filhotes de leão. Ativistas e grupos em defesa dos animais dizem que, na realidade, eles são uma fachada… http://www.saudeanimal.com.br/2018/08/16/falsos-orfanatos-na-africa-do-sul-sao-grandes-responsaveis-pela-ameaca-de-extincao-de-leoes/

National Geographic Brasil (01.08.2018): Os LEÕES, JÁ EM DECLÍNIO na África, enfrentam nova ameaça: a demanda crescente pelas partes de seus corpos, incluindo ossos, dentes e garras. Elas são buscadas para o uso em remédios tradicionais e bugigangas, principalmente no sudeste da Ásia.
https://www.nationalgeographicbrasil.com/animais/2018/08/africa-do-sul-esqueletos-leao-osso-ameaca-extincao-selvagem-asia-suvenir-medicinal-felino

The Uni Planet (11.05.2018): África do Sul é o maior exportador legal do mundo de ossos e esqueletos de leão. Entre 2008 e 2015, o Departamento de Assuntos Ambientais sul-africano (DEA) concedeu licenças para a exportação de mais de 5360 esqueletos de leões, sendo que quase 98% deles tiveram como destino países asiáticos. https://www.theuniplanet.com/2018/05/leoes-criados-morrer-comercio-ossos-africa-sul-china.html

Bastante Sotaque (21.08.2017): Em uma entrevista com o CEO da South African Tourism, Sisa Ntshona, percebi que a interação com filhotes de animais é uma questão de difícil solução para as autoridades do país. Especialmente, num momento em que se investe tanto na sua promoção desse destino e na construção de uma marca. http://bastantesotaque.com/interacao-animais-africa-do-sul-polemica/

Must Share Brazil (27.04.2017):
A caça de leões não é ilegal na África do Sul. O país soube transformar a caça de animais de grande porte em um mercado de luxo para atrair uma demanda turística que está disposta a pagar entre 20 mil e 180 mil reais pela prática. http://mustsharebr.com/2017/04/27/turismo-com-animais-visita-santuarios/

Olhar Animal (2016): Em parques por toda África do Sul, turistas pagam para acariciar filhotes e voluntários de férias ajudam a criar esses filhotes.  Porém, quando o leão cresce um pouco mais, muitos parques os vendem para instalações de caça confinada, lugares aonde caçadores de troféus vão e pagam para atirar em leões em um pequeno cercado. http://olharanimal.org/parque-quebra-promessa-de-parar-de-deixar-turistas-acariciarem-leoes/

As Vozes do Mundo (10.08.2015):
Os defensores do rei da selva alertam para a prática conhecida como “caça enlatada” de leões, em que fazendas se especializam em reproduzir o animal para faturar alto com turistas estrangeiros.
http://br.rfi.fr/geral/20150810-fabricas-de-leoes-tornam-caca-facil-e-atraente-na-africa

Brasil 247 (27.11.2013): Na África do Sul existem mais leões em cativeiro do que em estado selvagem. Muitos desses animais são criados especificamente para serem abatidos por turistas ricos da Europa e da América do Norte nos programas batizados de “indústria da caça enlatada” .
https://www.brasil247.com/pt/247/revista_oasis/122164/Ca%C3%A7a-enlatada-Quando-le%C3%B5es-s%C3%A3o-criados-para-serem-mortos.htm

Main image courtesy of Chelui4lions, images below courtesy of Stichting SPOTS and Sarah Dyer