Comércio de osso de leões

Ossos de tigres vem sido usado na Medicina Tracional Chinesa por séculos. Os chineses acreditam que eles podem curar muitas doenças incluindo problemas com a potência masculina. Esses ossos são muito difíceis de se obter porque os tigres, por serem uma espécie ameçada, são protegidos. É praticamente impossível de diferenciar ossos de leões e tigres, assim o sindicato asiático de ossos está a procura de novas fontes.

Sobre pressão da África do Sul, foi decidido durante a última convenção CITES em 2016 (Convention on International Trade in Endangered Species of Wild Fauna and Flora – Convenção Internacional de comércio de espécies ameaçadas de flora e fauna selvagem) que a África so Sul está permitida a comercializar os ossos de leões criados em cativeiro. No entanto não foi definido a quantidade permitida e a África so Sul aumentou o número de esqueletos de leões exportados de 800 em 2017 para 1500 em 2018. Este número foi recentemente ajustado novamente para 800 esqueletos.



Crânio de Leão Africano/ Istock (John Audrey)

Main image courtesy of SPCA Bloemfontein